menu

A Revisão dos Lucros – Análise de Trocas

Are you a Quiet Speculation member?

If not, now is a perfect time to join up! Our powerful tools, breaking-news analysis, and exclusive Discord channel will make sure you stay up to date and ahead of the curve.

A Revisão dos Lucros - Análise de Trocas

Se você é como eu, você ama Magic. Mais especificamente, você ama trocar cartas de Magic. A emoção da troca é tão empolgante quanto ganhar um FNM ou abrir seu primeiro Baneslayer Angel.

Se você estiver lendo este site, então você já deve ter visto alguns dos grandes conselhos dos outros escritores aqui e talvez até tenha botado alguns deles em prática. Mas e se você não pode passar horas vasculhando a caixa de cartas baratas da sua loja pra achar o tão falado Lim-Dûl's Vault? E se você não tem tempo, energia e recursos para monitorar mudanças súbitas de demandas ou estar sempre comprando e vendendo cartas no Ebay?

Só porque você não consegue acompanhar as mudanças constantes do mercado secundário de Magic, não significa que você não quer fazer sua pasta de trocas valer mais. Eu estou aqui pra te ajudar com isso.  Primeiro, um pouco sobre mim. Sou um estudante de jornalismo na Universidade da Cidade de Oklahoma. Eu jogo Magic desde Shadowmoor, e jogo quase que exclusivamente FNMs. Apenas há 6 meses eu comecei a jogar em campeonatos de níveis mais elevados, e desde então tenho conseguido alguns resultados decentes, mas não espetaculares (Rating total de 1925; segundo lugar num PTQ de Extended; 6-3 no GP de Houston).

Como você pode ver, eu não sou nenhum prodígio de Magic, mas eu entendo como fazer uma troca favorável pra mim e mesmo assim deixar ambas as partes felizes. A capacidade de fazer trocas astutas tornou Magic um hobby muito acessível pra mim, pois posso usar crédito de loja e trocas para montar os decks que quero jogar. Se isso é algo que te interessa, continue lendo.

A primeira coisa que preciso deixar claro pra você é que trocar em FNMs é algo completamente diferente de trocar com veteranos num PTQ. Os "guerreiros" de sexta-feira não querem saber se seu Vengevine custa US$35; mesmo assim eles não acham certo trocar 6 cartas por só uma sua. Jogar e trocar Magic não tem nada a ver com cifrões pra eles; tem a ver com emoção. Eles não querem que você pegue aquela Elspeth que eles abriram em seu primeiro booster, não importa o que você ofereça. Isto pode ser frustrante às vezes, mas você pode aprender a fazer com que isso seja bom pra você.

Então como você, esse dealer "malandro" que você é, deve negociar com esses jogadores pra ganhar valor na sua pasta? Tenho algumas dicas para você começar e depois vou recapitular algumas trocas que fiz no último FNM para você poder ver esses princípios em ação.

É sobre a construir amizades, e não igualar valores.  A pessoa com quem você vai trocar não quer ser seu melhor amigo, mas também não quer um oponente frio e calculista fuçando nas cartas dele. Conte pra ele o motivo de você querer certas cartas, dos decks que você tá construindo, sobre derrotas absurdas que você sofreu. Eu sei que isso pode parecer trivial e uma perda de tempo, mas os relacionamentos que você criar com jogadores vão durar muito mais tempo do que o Fauna Shaman que você está pegando deles
Não troque só quando você precisa de alguma coisa.

Ouviu seu vizinho falar que precisa de um Goblin Guide durante um draft? Vá falar com ele depois do draft e ofereça de trocar um Goblin Guide com ele pra que ele termine o deck. Se ele perguntar o que você precisa, deixe claro que você não está procurando por nada específico, mas que está só querendo ajudar. Isso faz a diferença. É claro que, em troca de sua ajuda, você vai lucrar consideravelmente com a troca.

Não tenha medo de pedir mais do que você dá.  Claro, você sabe que seu Leyline of Punishment vale cerca de US$ 3 e o Knight of the White Orchid que você está recebendo em troca vale uns US$ 4. Você pode aceitar a troca e ficar feliz com a seu lucro, mas não mata ninguém pedir aquele Leyline of Anticipation também.  Você ficaria surpreso quantos jogadores ficariam felizes de te dar esses "extras" só porque não precisa deles. Você não vai montar sua pasta só com trocas que te lucram alguns reais por vez. Seja ousado.

Respeite suas ideias de decks.  Se você se considera um jogador decente de Magic competitivo, é fácil zombar de alguém quando alguém te conta sobre aquele deck foda de Quest for Ula's Temple dele. Esta é uma maneira infalível de acabar com a troca. Em vez de dizer que o deck dele é horroroso, sugira algo que possa ser bom no deck dele. Pergunte se ele viu aquele Stormtide Leviathan maneiro de M11 que seria muito legal no deck.  Se você começando a notar um tema, você vai notar que o modo como você troca com outros é mais importante do que o que você está trocando com eles.
Não envolva preços nas trocas a não ser que eles queiram.

Certamente não há nada de errado em usar guias de preços para completar trocas, mas nem todo mundo se sente confortável com esse método de trocas. Por exemplo, eles podem não querer ouvir que sua carta mítica favorita vale apenas alguns dólares, ou talvez eles não confiem em sua fonte.
Outro assunto comum entre jogadores que você possa encontrar em um FNM é que eles simplesmente não se importam com preços. Eles não precisam daquele Thoughtseize de US$20, mas eles simplesmente PRECISAM daquele Predator Dragon de US$2 (obviamente voltarei pra essa história no futuro). Mas o que importa é o que o Jonathan Medina já explicou anteriormente: o valor de uma carta é quanto as pessoas trocando determinam que é - nada mais importa.

Espero que vocês tenham achado essas sugestões úteis, e eu os encorajo a aplicá-las nos seus próximos campeonatos. Para demonstrar alguns desses princípios, eu anotei as minhas trocas do FNM do dia 23 de Julho.

Dele: Fauna Shaman (US$ 14)
Meu: Abyssal Persecutor(US$ 14)
Diferença: US$ 0

Como já foi discutido interminavelmente online, Fauna Shaman é pra valer, e já está vendo muito jogo. Talvez eu tenha tecnicamente empatado na troca, mas o Shaman vai sair das minhas mãos muito mais rápido.  Eu preciso dos Shamans pros meus próprios decks Standard, e é pra onde eles vão.

Dele: Fauna Shaman (US$ 14)
Meu: 2x Bloodghast (US$ 12)
Diferença: US$ 2

Mesma coisa. Qual deles é mais provável de ser trocado se eu precisar? Praticamente todo mundo que quer Bloodghasts já os tem agora. E se um desses vai subir, vai ser o Shaman.

Dele: Fauna Shaman (US$ 14)
Meu: Time Reversal (US$ 12)
Diferença: US$ 2

O Time Reversal tá caindo rapidamente, e eu não acho que vai chegar nem perto de US$ 12 de novo, então eu me livrei desse que eu peguei num draft o mais rápido possível. Essa carta foi descartada pela maioria dos Spikes, mas seu efeito grita "Me jogue em jogos casuais!"

Dele: Noble Hierarch (US$ 14)
Meu: Stoneforge Mystic (US$ 4,50)
Diferença: US$ 9,50

Essa é uma daquelas trocas que é muito mais fácil de fazer com jogadores casuais do que com competidores de campeonatos. Tudo que o Noble Hierarch faz é gerar mana - eles têm suas Birds of Paradise de Quinta Edição para isso. O deck Mythic pode buscar aquela nova Sword of Vengeance que eles draftaram ontem! Isso não é, de forma alguma, degradar seus motivos para a troca. Eles têm seus motivos para fazê-la, e eu tenho os meus.

Dele: 3x Obstinate Baloth (US$ 21)
Meu: Sarkhan the Mad (US$ 17)
Diferença: US$ 4

Algo que você deve saber pra quando estiver trocando com jogadores casuais é que eles avaliam até os piores dos Planeswalkers como incrivelmente valiosos. Isso tem seus prós e contras. Aqui eu o convenci a pegar o Sarkhan mesmo ele não precisando de um. Eu estava ansioso para fazer esta troca porque outro jogador tinha mencionado que estava ativamente procurando por Baloths.

Sarkhan certamente é uma carta boa para campeonatos, mas ele está deixando de ser importante. Ainda não se sabe como ele vai se portar no metagame pós-M11, e seu único lar (Jund) roda em alguns meses. Os Baloths devem continuar sendo bons contra Red Deck Wins por um bom tempo.
Aí é que as trocas começam a ficar boas. Como eu disse, eu sabia que um jogador estava procurando por Obstinate Baloths, e eu não deixaria fácil pra ele.

Dele: Temple Bell (US$ 1,50), All is Dust (US$ 17), Ulamog, the Infinite Gyre (US$ 9), Leyline of Sanctity (US$ 6), Sword of Vengeance Foil (US$ 8) Total: US$ 41,50
Meu: 3x Obstinate Baloth (US$ 21)
Diferença: US$ 20,50

No começo, ele queria resumir a troca ao Ulamog e ao All Is Dust, mas eu falei que não podia fazer isso, especialmente porque eu tinha pego os Baloths só para ajudá-lo. Ele relutou inicialmente, mas ficou feliz no final porque pegou as cartas que ele precisava pra montar seu deck.
Fiquei feliz em pegar umas cartas ótimas para trocas e uma espada foil, que tem potencial para decolar.  Ela até fez uma aparição em um deck invicto num PTQ japonês.
Esta próxima "troca" é algo que acontece basicamente com jogadores casuais. Um cara com quem eu jogo na minha loja local mas não conheço muito bem ficou feliz em me dar uma pilha de cartas na condição de nós lembrarmos da troca e eu emprestar cartas pra ele no futuro, quando ele encontrar um deck pra montar. Eu aceitei isso de bom grado por vários motivos, alguns deles particularmente pertinentes a alguns conceitos já discutidos aqui.
Primeiro, eu sabia que alguém estava procurando por Bituminous Blast e Kargan Dragonlord, e eu queria me livrar deles o mais rapidamente possível.
Em segundo lugar, e mais importante, quando você está focado em trocar com uma audiência pequena e, na maior parte, casual, você precisa desenvolver relacionamentos bons com essas pessoas. Eu nunca teria sido capaz fazer essa "troca" se eu não tivesse feito questão de conhecer o cara e ajudá-lo com seus decks de limited e teoria de Magic. Resumindo, vale a pena ser amigo de seus parceiros de troca, porque você nunca sabe quando você vai precisar do favor de volta.

Esta prática é uma das únicas razões de eu conseguir competir em nível de PTQ. Já que eu não compro caixas ou boosters, e aceito crédito de loja no lugar de premiação, meus decks se formam a partir de uma combinação de elaboração, negociação e empréstimos. A menos que você tenha centenas de reais para gastar em decks, isso é algo que a maioria dos jogadores, mesmo os profissionais, têm que fazer. Construir relacionamentos através de interações como esta te fornecem essa oportunidade.

Dele: Kargan Dragonlord (US$ 14), Mystifying Maze (US$ 3,50), Glacial Fortress (US$ 6,50), Destructive Force (US$ 2,50), Kozilek, Butcher of Truth (US$ 10), Textless Bituminous Blast (US$ 2,50) Total: US$ 39
Meu: Uma promessa de emprestar cartas no futuro
Diferença: Infinita

Quando você está negociando a este nível, a sua reputação é tudo. Se você enganar um cara numa troca assim, você está destruindo suas chances de troca com ele para sempre, sem contar que você vai ter sua reputação estilhaçada, e merecidamente. Eu tenho toda a intenção de ajudar este cara no futuro, porque ele é um bom rapaz que estava disposto a me ajudar.
Dele: Birds of Paradise (US$ 4,50), Steel Overseer (US$ 5), Leyline of the Void (US$ 4), Grave Titan (US$ 35) Total: US$ 48,50
Meu: Leyline of Sanctity (US$ 6), Kargan Dragonlord (US$ 14), 2x Textless Bituminous Blast (US$ 5) Total: US$ 25
Diferença: US$ 23,50

Este cara se mantém atualizado em preços de cartas, então eu deixei ele definir o valor das cartas envolvidas. Ele avaliou o Dragonlord em US$ 15 e Grave Titan em US$ 15. O Steel Overseer foi considerado um extra, e eu nem percebi que ele estava custando US$ 5. É um card que eu acho que vale a pena pegar barato porque tem a possibilidade de se tornar muito poderoso quando sair Scars of Mirrodin.
Eu definitivamente senti como se estivesse numa maré de boas trocas após conseguir o Grave Titan tão barato. Eu queria manter o ritmo, então eu cheguei num jogador que eu não conhecia que tinha acabado de terminar um jogo de Limited. Ele é um jogador novo na minha loja e eu nunca tinha trocado com ele antes. Ele gostava de colecionar artefatos, independente do que eles faziam. Quando você tá numa maré, às vezes você tem só que aproveitar.
Seu: Dragonskull Summit (US$ 7), Creeping Tar Pit (US$ 4), Consuming Vapors (US$ 7,50), Leyline of Sanctity (US$ 6), Fauna Shaman (US$ 14) Total: US$ 38,50
Meu: Eternity Vessel (US$ 1), Platinum Angel de Mirrodin (US$ 4,50), Temple Bell (US$ 1,50), Keening Stone (US$ 1), Lodestone Golem (US$ 1,50) Total: US$ 9,50
Diferença: US$ 29

Minha última troca da noite foi sensacional, e o cara com quem eu tava trocando insistiu bastante em pegar algumas cartas valiosas de mim. Eu realmente queria ficar com o Hierarca já que 2 dos meus 4 que uso no Standard estão emprestados, mas no final eu acabei passando pra ele mesmo assim. Ele sempre esteve disposto a trocar comigo pelo que eu precisava, então até que foi uma boa maneira de retribuir o favor.

Dele: Promo Ajani Vengeant (US$ 5,50), Goblin Guide (US$ 7), Goblin Guide Foil (US$ 10), Coralhelm Commander (US$ 3,50), Nicol Bolas, Planeswalker (US$ 10), Time Reversal (US$ 12), Oracle of Mul Daya (US$ 3,50), Consuming Vapors (US$ 7,50), Mass Polymorph (US$ 1), Call to Mind (US$ 0,50) 2x Tome Scour (US$ 0,50) Total: US$ 61

Meu: 2x Master of Etherium (US$ 7), 2x Sharding Sphinx (US$ 2), 2x Quest for Ula's Temple (US$ 1), Noble Hierarch (US$ 14), Elvish Archdruid (US$ 6) Total: US$ 30

Diferença: US$ 31

Lucro final da sexta-feira: US$ 121,50. Peguei as comuns e incomuns para dar a um jogador com quem eu tinha trocado mais cedo e tinha me falado que seu amigo precisava delas. Mais uma vez, ser uma boa pessoa te leva muito mais longe em trocas do que saber de cor um guia de preços.
Neste ponto, espero que vocês estejam começando a entender como trocas são feitas com pessoas que não acompanham cada mudança de preços da CoolStuffInc.com, por exemplo. Isto é extremamente importante se este é o seu público de negociação.  Neste exemplo, meu parceiro de trocas precisava das cartas verdes pro seu deck monogreen de Standard, as criaturas-artefato para seu deck casual de artefatos, e ele achou que Quest for Ula's Temple seria legal de se construir ao redor. Se ele não se importa dos preços não baterem, então não é meu trabalho fazer isso. Pelo que resultou dessa troca, nós dois saímos da mesa felizes, e temos a foto pra comprovar!  Isso é tudo o que você querer depois de uma troca, né?

Isso é tudo por hoje. Lembre-se de dar uma lida no resto do ótimo conteúdo de Doubling Season, e siga @DoublingSeason e @Chosler88 no Twitter!  Boa sorte em suas trocas, e deixem um comentário abaixo sobre o que acharam do artigo.  Vocês preferem teoria, ou análise de trocas?

Join the conversation

Want Prices?

Browse thousands of prices with the first and most comprehensive MTG Finance tool around.


Trader Tools lists both buylist and retail prices for every MTG card, going back a decade.